Um dos modelos mais antigos ainda à venda no Brasil, a Chevrolet Montana chega à linha 2020. No entanto, a única alteração que recebeu foi um aumento de preço, fazendo com que a picape compacta passe a custar R$ 54.290 na versão LS e R$ 65.090 na Sport. A motorização continua a ser o 1.4 EconoFlex 8V de 99 cv, sempre com câmbio manual de 5 marchas.
Um dos modelos mais antigos ainda à venda no Brasil, a Chevrolet Montana chega à linha 2020. No entanto, a única alteração que recebeu foi um aumento de preço, fazendo com que a picape compacta passe a custar R$ 54.290 na versão LS e R$ 65.090 na Sport. A motorização continua a ser o 1.4 EconoFlex 8V de 99 cv, sempre com câmbio manual de 5 marchas.
O que já sabemos sobre a substituta da Montana
Como não mudou nada na lista de equipamentos, vem de série com computador de bordo, chave canivete, direção hidráulica, espelhos laterais com ajuste elétrico, travas e vidros elétricos, banco do motorista com ajuste de altura e preparação para sistema de som - ar-condicionado é opcional. A versão Sport adiciona faróis de neblina, rodas de liga leve de 16”, rádio com conexão Bluetooth e entrada USB, rack no teto e visual diferenciado.
 

Praticamente emplacada apenas para venda direta, a Chevrolet Montana tem 88% de seus emplacamentos nesta modalidade. Até abril, a picape compacta contabiliza 4.073 unidades, o que lhe dá 10% de participação no segmento, a última posição. A Volkswagen Saveiro, segunda mais vendida, tem 31% de market share, com 12.043 unidades no acumulado, enquanto a Fiat Strada, líder incontestável, tem 58,5% do mercado e vendeu 22.729 veículos até agora.

A nova linha da Chevrolet no Brasil inclui o projeto de uma nova picape abaixo da S10, só que com um tamanho semelhante ao da Fiat Toro. Ela está prevista apenas para 2020 e pode adotar o motor 1.4 turbo de 153 cv do Cruze, com câmbio automático de 6 marchas. Rumores apontam que ela pode finalmente aposentar a Montana.



Leia mais



ou busque pelas opções abaixo
ANUNCIE GRÁTIS